NO TEMPO DE

… é um espetáculo de pulsações, tal e qual como a nossa vida.

Trata-se de uma criação coletiva a partir de uma leitura de textos de Andrei Tarkovski e Matsuo Bashô. A partir da manipulação de matéria e materiais criámos um espetáculo de poemas visuais, onde a imagem e a música ao vivo se fundem num ambiente de contemplação.
Num mundo de caos visual e em permanente conflito, partimos para momentos de procura de imagens e cumplicidade entre os artistas e o público. Nestes, pede-se-lhes que se tornem viajantes no tempo e no espaço.
Através das memórias que cada um tem, construímos as narrativas simbólicas de imagens poéticas com matéria e material.
Somos criadores de imagens e, desde o tempo da nossa infância, é nesta manipulação recíproca entre a plateia e o palco que se cria e descodifica a poesia.
De caráter multidisciplinar, e em forma de laboratório, nasceu este espetáculo de pulsações.
Do relacionamento entre o manipulador e a matéria nasce o tempo da imagem e da poesia.

“A poesia é uma consciência do Mundo”
Andrei Tarkovski

Programe-nos já

Falar com a Produção

Clique aqui

Criação: Paulo Quedas, João Bastos, Jorge Serena e Amândio Anastácio

Direcção artística: Amândio Anastácio

Interpretação e manipulação: Jorge Serena e Paulo Quedas

Música ao vivo: João Bastos

Imagens: Jean Dubuffet e Gustave Courbet

Textos: Andrei Tarkovski e Matsuo Bashô

Desenho e operação de luz: António Costa

Fotografia: Inês Samina

Vídeo:  Pedro Grenha

Produção: Teresa Mendes

Cartaz: Vasco Costa

DURAÇÃO

50 minutos

CLASSIFICAÇÃO ETÁRIA

M/16 anos

 

X