C

 

RIAÇÕES

«…tudo anda num corrupio, o porteiro se ataranta, o arrumador se titubeia…as luzes parecem estrelas, as arquitecturas dóricas, as vozes harmoniosas, os instrumentos mais se apuram…e, finalmente, até parece que a alma do arame no corpo da cortiça lhe infunde verdadeiro espírito e novo alento…»